Improváveis de Costas Voltadas

Documentário

O que acontece quando duas pessoas que nunca se viram e que têm interesses, idades, ocupações, posições políticas e ideológicas muito distintas se sentam à conversa pela primeira vez? Será que a polarização das nossas vidas e o afastamento que vimos sofrendo em relação a vivências verdadeiramente comunitárias e de diversidade tem espelho naquilo que se diz? Será que os discursos anónimos de ódio e extremismo que encontramos por todo o lado, sobretudo nas redes sociais, têm também aqui lugar?

Dois improváveis conversadores, num encontro às cegas, conversam a partir de uma linhagem de questões: sobre a humanidade, a vida, as sociedades, o planeta, política ou o clima. Durante a conversa, estão de costas voltadas – só se podem escutar. Apenas no final será revelada a identidade de quem se encontra “do outro lado”.

 

Improváveis de Costas Voltadas resulta de um conjunto de entrevistas a mais de 100 pessoas, realizadas em doze cidades portuguesas e duas cidades francesas, onde o lugar de encontro é, simbolicamente, o teatro, como lugar de discussão e pensamento.

 

 

Improváveis de Costas Voltadas é uma das actividades que integrou O caminho para “Terminal (O Estado do Mundo)”, um extenso processo de pesquisa no território ao longo do ano de 2023 que antecedeu a criação do espectáculo Terminal (O Estado do Mundo).

Próximas datas

  • a 3 Maio 2024, Teatro Virgínia (Torres Novas, PT) Estreia
  • a 8 Junho 2024, Teatro Viriato (Viseu)
  • a 23 Junho 2024, Lavrar o Mar (Monchique)
  • a 24 Junho 2024, Lavrar o Mar (Odemira)
  • a 28 Junho 2024, Lavrar o Mar / Teatro de Palha (Aljezur)
  • a 17 Julho 2024, Festival d'Avignon (Avignon, FR)

Realização

JUNO

Música

Hélder Gonçalves

 

Concepção e direcção do projecto

Inês Barahona e Miguel Fragata

Produção executiva

Luna Rebelo e Sofia Bernardo

Assistente de produção e mediação

Beatriz Brito

Comunicação

Martinho Filipe

Produção

Formiga Atómica

Co-produção

Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, Centro Cultural do Cartaxo, Cine-Teatro São Pedro de Alcanena, Comédias do Minho, Companhia Mascarenhas-Martins, Lavrar o Mar, Município de Mértola, Município de Setúbal, Teatro Municipal de Ourém, Teatro Nacional Dona Maria II em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, Teatro Nacional São João, Teatro Virgínia, Teatro Viriato, Trigo Limpo teatro ACERT, Théâtre du Point du Jour, Festival d’Avignon

Parceiros

CAEP – Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre / C.M. Portalegre, Centro Cultural Raiano / C.M. Idanha-a-Nova, Centro Cultural Solar dos Condes de Vinhais / C.M. Vinhais, Quartel das Artes / C.M. Oliveira do Bairro, Câmara Municipal de Mirandela, Câmara Municipal de Portel